O Início no Método Doman

Desde os primeiros meses da Luisa que li e me interessei bastante por uma teoria (e método) de neurodesenvolvimento chamada de Reorganização Neurológica, criada pelo norte americano Glenn Doman. A princípio pensava em aplicá-lo em casa, conforme orientação dos livros que expõem o método. Porém, descobri que na minha cidade há um Projeto que o aplica, o Projeto Acreditar. O Blog Estimulando Meus Filhos apresenta o texto que considero o mais informativo e objetivo sobre Doman e seu método, para quem deseja mais informações: http://estimulandomeusfilhos.blogspot.com.br/2013/05/quem-foi-glenn-doman-e-o-que-fez-por.html?m=1

Considerei que seria interessante pra minha família que Luisa participasse do Projeto Acreditar porque os profissionais que lá estão são muito mais experientes que eu, obviamente, na aplicação do método Doman. Outra questão importante foi a falta de espaço, em casa, pra montar o “circuito” para a parte física do método.

Assim, na primeira semana de fevereiro, aos nove meses e meio, Luisa começou a participar do Projeto Acreditar. O Programa de Reorganização Neurológica consiste em uma parte voltada à leitura, outra voltada ao sensorial e, por fim, a parte voltada ao desenvolvimento neuromotor. Alguns pontos do programa não são aplicados na Luisa, a meu pedido, em razão de uma série de características pessoais, decorrentes ou não da síndrome de Down. Mas são bem poucos.

Não sei fazer uma avaliação dos ganhos do primeiro semestre de participação no projeto porque, nesse período, entre nove meses e meio e doze meses, Luisa gripou repetidas vezes, a congestão nasal era permanente, culminando com um quadro de broncopneumonia aos doze meses, razão pela qual ela se ausentava mais do que o recomendado.

Além da broncopneumonia, em maio Luisa foi diagnosticada com Spasmus Nutans, e a rotina de exames que marcou esse período fez com que deixássemos de frequentar o projeto em junho, retornando apenas no segundo semestre.

Em razão das ausências do primeiro semestre, combinei com a sua professora, a querida Janaína, “aulas de reforço” aos sábados, em casa, pra recuperar o tempo perdido. Ao final do segundo semestre, acredito que já seja possível avaliar mais precisamente os ganhos obtidos com o método Doman.

Como estou escrevendo este post em um sábado, hoje houve aula – mesmo a “aluna” estando com uma virose que cobriu seu abdômen e suas costas (e em alguns momentos do dia o rosto também), de pintinhas vermelhas e desregulou o funcionamento do intestino (mas a virose já está no finalzinho =D).

Os jogos de palavras usados na aula de hoje foram esses:

image

image

image

11 comentários em “O Início no Método Doman”

  1. Parabéns pelo empenho Singularidade Down. Aqui na minha cidade tem uma mulher notável que tem SD e conquistou sua autonomia pessoal, a Ana Carolina Fruit, e usou este método na infância. Tem vídeos com depoimentos dela no YouTube. Um abraço!

  2. Oi Gi, por acaso mergulhei na internet atrás do método doman e encontrei o teu blog vc acha que ajudou a Luísa? Esse pessoal tá tua cidade que tem experiência com esse metodo, sabe dizer como eu teria que aplica-lo no caso de uma criança trilíngue como o Luca? Tenho duvida, e muito medo de qdo ele for para a escola ter dificuldades com a língua alemã por isso estava pensando em iniciar já desde agora.
    Beijos 💋

  3. Olá, Parabéns pelo empenho!!!❤️Estava procurando sobre esse método achei seu blog. De qual cidade vc é? Gostaria de fazer o curso. Sou de BH-MG .Estou lendo e aplicando esse método. Tenho uma filha Down. Estou achando muito rápido o retorno. Mas queria ter mais conhecimento para poder aplicar…você conhece alguém que de curso particular???

    1. Oi Erica. Eu conheço apenas o Instituto Veras, no Rio de Janeiro. Mas, no Face, tem um grupo de mães que sei que compartilham coisas muito legais, mesmo não fazendo parte do grupo. Ele se chama “A Revolução do Amor”.

  4. b tarde minha filha teve infeccao cerebral. por fv gostaria mto de aplicar metodo . por fv tenho pesquisado e nao sei se estou fazendo certo. por fv vc poderia me orientar? pbrigada um abraco

    1. Oi Regiane. Eu não sou especialista no método. Enquanto fiz, tive o suporte do Projeto Acreditar para a minha filha. Mas, há em Instituto no Rio de Janeiro, que promove capacitações para as famílias, se chama Instituto Veras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s